Campanha Solidária
Benemérito Raphael Barreto
e Dra. Maria do Carmo Barreto Couto
Gincana Social da Semana do Estudante

Uma iniciativa construtiva e integrativa

Como atender à expressão ensino-aprendizagem-social-solidário no que se refere ao estudante, em sua essência escolar? Como incluir esse conceitos nas comemorações da semana de homenagens exclusivamente para ele? Como dar-lhe a oportunidade de apresentar, expor, demonstrar, vivenciar a sua parte mais artística, habilidosa, cultural e comunitária? Como dar-lhe vez e voz, incluindo a sua família em todos estes contextos deste megaevento?

Essas indagações pairavam sobre a observação e análise avaliativa do professor de Educação Física Baldanza durante alguns anos logo após o encerramento das comemorações da Semana do Estudante, que incluíam gincanas interclasses nas categorias esportiva, cultural, artística e musical:

- Incomodava a ausência, a falta, o vazio que se formava sem ter-se aproveitado estes momentos e experienciado a explosão de energia e a junção de forças que a juventude tem de se mobilizar e ser prestativa. Nestas minhas perturbações internas, mentais, emocionais e persistentes, foi-me soprado nos ouvidos ao me encontrar (no corredor principal das salas do ensino médio) um anjo, um guardião, um perpetuador da bem humanitário, chamado Dra. Maria do Carmo Barreto Couto. Esse anjo, que me “interceptava” com suas palavras doces de inconformismo e indignação pelas desigualdades sociais, expunha suas atitudes e vontades (me fazendo brilhar os olhos com suas iniciativas solidárias, numa alma tão límpida e reluzente), em campanhas que visavam auxiliar, ajudar de alguma forma a amenizar ou confortar os menos favorecidos da nossa comunidade! E, com este lindo exemplo de ser humano (muito se referia a seu pai, o vicentino e altruísta benemérito Dr. Raphael Barreto), adicionado com a minha aprendizagem, basicamente materna de como servir e reverenciar qualquer ser vivo deste cosmos, apresentei a minha ideia, vontade de dar um sentido mais humanista e social aos nossos alunos, aflorando a bondade, disposição, atitude e alegria de viver que poderia, de alguma maneira, se dimensionar em toda a sua vida ativa!

A nossa mãe (considero-a como minha, e mãe da campanha social solidária, que passou a ser a gincana mais dimensional e abrangente no âmbito da escola e das turmas do ensino fundamental e médio), logo com um sorriso alvo e carinhoso selou a nossa missão de incentivar, fomentar, motivar, dar vida a essa contundente assistência aos que precisam, em pelo menos, uma de suas necessidades básicas vitais: se alimentar!

E, assim se iniciou a gincana social, denominada “Campanha Social Solidária Raphael Barreto e Dra. Maria do Carmo Barreto Couto”, onde faço a função de mentor e incentivador, acompanhado da minha consciente e presente organizadora, Orientadora Sônia Assis, madrinha da gincana.

Dentro do slogan: - VAMOS PRECISAR DE TODO MUNDO! 1+1 É SEMPRE MAIS QUE 2!!! Estamos já na décima quinta edição, com a participação maciça das turmas e a responsabilidade crescente na assistência de dez entidades filantrópicas da cidade, auxiliando-as no seu árduo e lindo papel de servir ao nosso irmão carente.

Portanto, essa é mais uma iniciativa construtiva e integrativa para o trabalho de boa vontade e doação tanto em grupo quanto no aspecto individual, em que cada um atua como um valioso operário do bem. Afinal, a determinação e a força de cada fazem toda a diferença. Os resultados respondem às perguntas que, como sementes, começaram esta abordagem. Sementes que geraram frutos nas mãos da família São Paulo - do setor da direção, da supervisão, da orientação, dos distintos e fomentantes professores, secretaria, tesouraria, recepção, inspetores, funcionários, pais e dos responsáveis diretos por tudo isso: os estudantes!

Por Prof. Baldanza.